QUI, 29 de mar / 2018

A caravana passa e os cães ladram

Paulo Cayres*

O ato final da Caravana de Lula pelo Sul do Brasil foi uma grande manifestação em defesa da democracia e contra o fascismo. Após ter sofrido ataques em algumas cidades do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, manifestação que encerrou a caravana teve a presença de pré-candidatos e lideranças de diversos partidos de esquerda, em um gesto suprapartidário contra a violência.

Os fascistas, movidos a paus, pedras, chicotes e armas, não atacaram os (as) trabalhadores (as), índios, estudantes, a comunidade LGBT, a imprensa livre ou o ex-presidente Lula. Este bando, que propaga violência e ódio, atacou a democracia brasileira, que tantas vezes foi agredida após o golpe de 2016.

O Sul é maior que os fascistas e a violência que produziram quando a caravana passava. Nestes estados nasceram importantes referências na defesa dos direitos humanos, na arte, na política e na luta pelos direitos sociais e trabalhistas. Como, por exemplo, Getúlio Vargas, Leonel Brizola, Elis Regina, Paulo Leminski, Paulo Roberto Falcão, Santa Paulina, Paulo Evaristo Arns e tanto (as) outros (as).

Foram percorridas 20 cidades nos três estados do Sul do país. E mesmo com estes lamentáveis episódios de selvageria, Lula foi aclamado e recebido pelo povo sulista de braços abertos. Multidões que demostram a popularidade do ex-presidente.

Não vão nos calar. Nossa “arma” é a democracia. Uma democracia que o povo possa exercer sua soberania. Uma democracia que permite todos os partidos, sejam eles de esquerda, centro ou direita, possam fazer suas campanhas e comícios com direito a liberdade e segurança. Uma democracia com liberdade de expressão e direitos de manifestação, garantidos pela Constituição Brasileira.

(Paulo Cayres - é presidente da CNM/CUT)

Com a Palavra

Entidades e Empresas

Entidades

Notícias sobre entidades filiadas e parceiras da CNM/CUT:

Empresas

Informações sobre as empresas em que a CNM/CUT constrói uma organização nacional dos trabalhadores:

CNM/CUT por e-mail

Receba informações da CNM/CUT diretamente em seu e-mail:

Enviando...
Email cadastrado com sucesso!

Redes e blogs

Cálculos

Calcule reajustes salariais e o tempo que falta para sua aposentadoria:

Publicações

Folha Metalúrgica - Porto Alegre

Folha Metalúrgica - Porto Alegre - Edição Nº 336
30 de out / 2017

CNM/CUT - Confederação Nacional dos Metalúrgicos
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP (55) 11 4122-7700 cnmcut@cnmcut.org.br
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP

Saiba como chegar a CNM/CUT


(55) 11 4122-7700