QUI, 14 de jul / 2011

ABB instalará novas subestações em Itaipu

Contrato de US$ 80 milhões prevê a construção de uma subestação e reforma da existente para aumentar a capacidade e reforçar as redes de transmissão entre Brasil e Paraguai

A ABB, grupo líder em tecnologias de energia e automação com atuação em mais de 100 países, conquistou um contrato de US$ 80 milhões da Itaipu Binacional - operadora da usina hidrelétrica de Itaipu - para construir uma nova subestação no Paraguai e expandir a instalação existente no Brasil. Os recursos serão gerados pelo FOCEM - Fundo para a Convergência Estrutural do Mercosul. As obras civis serão realizadas pela ICE, empresa de construção civil paraguaia.

A Hidrelétrica de Itaipu, localizada no Rio Paraná, na fronteira entre o Brasil e o Paraguai, é a maior usina hidrelétrica do mundo em termos de geração contínua de energia, com uma capacidade instalada de 14.000 (MW) megawatts.

A ABB irá construir uma nova subestação de disjuntores isolados a ar (AIS) de 500/220/66 quilovolts (kV) para conectar a eletricidade gerada em Itaipu a uma nova linha de transmissão de 500 kV em construção, que ajudará a atender à crescente demanda por eletricidade no Paraguai. A subestação existente em Itaipu, de 500 kV, também será expandida para permitir a conexão.

"A nova subestação e a ampliação reforçarão a capacidade de transmissão em apoio ao desenvolvimento da infra-estrutura de energia do Paraguai", disse Peter Leupp, diretor da divisão do Sistema de Energia da ABB. "Além de trazer energia hidrelétrica limpa para atender à crescente demanda de eletricidade, também fortalecerá a confiabilidade da rede e melhorará a estabilidade da energia na região."

Para esse contrato, a ABB será responsável pelo projeto, fornecimento, planejamento, construção e comissionamento das subestações, incluindo as obras civis e treinamento do cliente. Todos equipamentos fornecidos pela ABB serão fabricados na região do MERCOSUL, um dos requisitos definidos pelo FOCEM. Os principais produtos a serem fornecidos incluem transformadores de potência, AIS de alta e média tensão, transformadores, para-raios, cabos e sistemas auxiliares.

A nova subestação será equipada com um sistema de telecomunicações para a linha de transmissão de 230 kV existente, incluindo a instalação de cerca de 100 quilômetros de fio terra óptico, simultaneamente à operação regular da linha. A ABB também instalará os sistemas de automação da subestação, incorporando os mais recentes equipamentos de proteção e controle, compatíveis com os padrões globais de comunicação aberta IEC 61850.
Localizada a cerca de 350 km de Itaipu, a nova subestação de Villa Hayes deverá ficar pronta em 2013 e será operada pela ANDE (Administração Nacional de Eletricidade), concessionária de energia do Paraguai.

As subestações são as principais instalações das redes de energia, facilitando a transmissão e distribuição eficiente da eletricidade gerada pela usina. Elas incluem também o equipamento que protege e controla o fluxo de energia elétrica. A ABB é líder mundial no fornecimento de subestações isoladas a ar e gás que cobrem uma faixa de tensão de até 1.100 kV.

Fonte: Guia Oil & Gas

Vídeos

Vídeos TVT

Entidades e Empresas

Entidades

Notícias sobre entidades filiadas e parceiras da CNM/CUT:

Empresas

Informações sobre as empresas em que a CNM/CUT constrói uma organização nacional dos trabalhadores:

CNM/CUT por e-mail

Receba informações da CNM/CUT diretamente em seu e-mail:

Enviando...
Email cadastrado com sucesso!

Redes e blogs

Cálculos

Calcule reajustes salariais e o tempo que falta para sua aposentadoria:

Publicações

Folha Metalúrgica - Porto Alegre

Folha Metalúrgica - Porto Alegre - Edição Nº 336
30 de out / 2017

CNM/CUT - Confederação Nacional dos Metalúrgicos
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP (55) 11 4122-7700 cnmcut@cnmcut.org.br
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP

Saiba como chegar a CNM/CUT


(55) 11 4122-7700