SEX, 10 de nov / 2017

Caoa não confirma, nem nega, compra do controle da Chery Brasil

O Grupo Caoa pode ser o novo controlador da Chery no Brasil, que no início de outubro colocou oficialmente à venda por US$ 64 milhões pouco mais da metade do controle de sua fábrica de Jacareí (SP), onde produz veículos desde 2014 (leia aqui). Segundo informações publicadas pelo site InfoMoney na tarde da quinta-feira (9), a Caoa deve anunciar “nas próximas horas” a compra de 51% da operação brasileira da montadora chinesa. Indagado sobre a veracidade da notícia, Mauro Correia, presidente da Caoa, não confirmou nem negou a informação: “Não temos nada sobre isso, não é assim”, limitou-se a dizer o executivo em rápida declaração à Automotive Business. Solicitado a dizer se estava claramente negando o negócio, desconversou: “Não falamos, quando for o caso divulgaremos”, disse.

Outra fonte consultada horas antes também não negou a transação e colocou mais expectativa no ar, ao dizer: “Não sei, melhor perguntar para o Mauro (Correia) na segunda-feira (dia 13)”. Faz sentido, pois está previsto que a Chery deve anunciar na China no próximo sábado, 11, ainda durante a madrugada no Brasil, a proposta de compra vencedora que foi oficialmente entregue no último dia 7 de novembro, prazo limite estabelecido pela empresa chinesa para receber ofertas pelo controle da operação brasileira. Segundo corretora da cidade de Wuhu que negocia as ações da Chery na China, a oferta pretendida de pouco mais de US$ 64 milhões foi recebida, mas o nome do comprador não foi divulgado.

As negociações entre Chery e Caoa já teve algumas idas e vindas. Entre o fim de 2016 e começo de 2017, as duas empresas discutiram a aproximação, mas encerraram as conversas sem chegar a entendimento. Com vendas de apenas 3 mil carros de janeiro a outubro, em distância abissal da capacidade de 150 mil veículos/ano da fábrica de Jacareí, os prejuízos acumulados da Chery no Brasil vêm crescendo ano a ano desde 2012 e a matriz decidiu arrumar um sócio controlador para tentar recuperar o negócio.

A principal vantagem da associação com a Caoa será aproveitar a experiência de um dos maiores conglomerados de concessionárias do País, que administra quase duas centenas de revendas da Hyundai, Ford e Subaru, além de fabricar sob licença modelos da coreana Hyundai em Anápolis (GO) há 10 anos. A Chery, que já teve 108 lojas no País em 2011, hoje mal chega a 20 pontos de venda e não encontra novos grupos interessados em representar a marca.

Não fica tão claro, no entanto, qual será a vantagem da Caoa em investir no controle da fábrica da Chery no Brasil, pois passaria a administrar duas plantas com enorme índice de ociosidade, mais de 90% em Jacareí e perto de 70% na linha de Anápolis, capaz de montar 80 mil unidades/ano. Mas com a Chery poderia acrescentar à sua lista produtos com boa relação custo-benefício, como o Celer hatch e sedã e o subcompacto QQ já produzidos no País, além de três novos SUVs que estão nos planos para entrar em produção durante 2018, os Tiggo 2, 7 e 9.

(Fonte: Automotive Business)

Com a Palavra

Entidades e Empresas

Entidades

Notícias sobre entidades filiadas e parceiras da CNM/CUT:

Empresas

Informações sobre as empresas em que a CNM/CUT constrói uma organização nacional dos trabalhadores:

CNM/CUT por e-mail

Receba informações da CNM/CUT diretamente em seu e-mail:

Enviando...
Email cadastrado com sucesso!

Redes e blogs

Cálculos

Calcule reajustes salariais e o tempo que falta para sua aposentadoria:

Publicações

Folha Metalúrgica - Porto Alegre

Folha Metalúrgica - Porto Alegre - Edição Nº 336
30 de out / 2017

CNM/CUT - Confederação Nacional dos Metalúrgicos
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP (55) 11 4122-7700 cnmcut@cnmcut.org.br
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP

Saiba como chegar a CNM/CUT


(55) 11 4122-7700