SEG, 05 de mar / 2018

Comunicação colaborativa do FSM2018 dará voz para a sociedade

Crédito: Divulgação
-
 

Com objetivo de discutir estratégias para potencializar o debate sobre a crise econômica e política no Brasil antes e depois do golpe de Estado de 2016, que vai acontecer no Fórum Social Mundial (FSM2018), entre os dias 13 e 17 de março, jornalistas e radialistas sindicais, comunicadores populares e a mídia alternativa se reuniram na tarde da última quarta-feira (28), na Biblioteca Universitária de Saúde da UFBA, em Salvador.

A ideia é que todas as notícias e informações do FSM2018 cheguem para o maior número de pessoas, dentro e fora do estado, no Brasil e no mundo,  com o viés da defesa da democracia, dos direitos da classe trabalhadora e de toda a sociedade que vive as consequência de golpe que está tirando direitos sociais e trabalhistas. 

Além disso, a tarefa dos profissionais que vão integrar a comunicação colaborativa  é analisar como o encontro mundial da sociedade civil (FSM2018) será tratado pela mídia; a forma como abordarão os temas debatidos no evento; que narrativa será utilizada e, a partir disso, definir qual o papel das organizações, movimentos sociais, sindicais e, principalmente, o papel da mídia livre na construção da narrativa sem distorção.

A jornalista e membro do Grupo Facilitador do FSM2018, Rita Freira, destacou a importância das mídias livres se organizarem para a cobertura do Fórum. “Sabemos que a mídia de mercado é seletiva e o discurso sobre o FSM será sempre voltado para a verdade da economia mundial. Já a mídia livre terá o papel de combater a narrativa distorcida e parcial da   mídia conservadora”.

E nessa disputa de narrativa, os profissionais de comunicação das entidades terão ainda a tarefa de fazer parcerias com jornalistas internacionais para  denunciar ao mundo os desmontes do estado brasileiro e a perseguição ao presidente Lula.

“A CUT Bahia, uma das entidades fundadoras do FSM e que representa CUT Brasil na atividade mundial, vem construindo com seus sindicatos a unidade de comunicação do Fórum, na perspectiva de ouvir a voz do povo e entrar no top dos resultados das ferramentas de pesquisas, com maior visualização e acessos nas notícias produzidas durante o FSM; e também ampliar as denúncias dos ataques a democracia e a perseguição ao nosso presidente para todo o mundo”, destacou a secretária de comunicação da CUTBA, Lucivaldina Brito, que ainda destacou:

“Eleição sem Lula é fraude!”, diz a secretaria se referindo ao direito do ex-presidente ser candidato nas eleições deste ano.

Sobre o FSM2018
A 13ª edição do Fórum Social Mundial (FSM 2018) será realizada entre os dias 13 e 17 de março, em Salvador, na Bahia. Com a maior parte das atividades concentradas no Campus de Ondina da Universidade Federal da Bahia (UFBA). O evento contará ainda com atividades em territórios temáticos como o Parque do Abaeté, em Itapuã, e o Parque São Bartolomeu, no Subúrbio Ferroviário da cidade.

Para o reitor da Universidade Federal da Bahia, João Salles, o fórum é um grande momento para o debate sobre a importância das  universidades públicas. “Somos um espaço interessado e cheio de significações, portanto queremos e vamos, não só participar como dialogar e debater o papel da universidade pública, gratuita, inclusiva, de fato, e de qualidade”, comentou o reitor.

Segundo o diretor da TVE, Flávio Gonçalves, “ as noticias do FSM na perspectiva do trabalhador e da trabalhadora será um ganho enorme para a sociedade. Além disso, o mais relevante será fortalecer a comunicação pública, ampliando o alcance e a audiência”, explicou Flavio.

(Fonte: Érica Aragão e Jelber Cedraz, CUT Nacional)

Entidades e Empresas

Entidades

Notícias sobre entidades filiadas e parceiras da CNM/CUT:

Empresas

Informações sobre as empresas em que a CNM/CUT constrói uma organização nacional dos trabalhadores:

CNM/CUT por e-mail

Receba informações da CNM/CUT diretamente em seu e-mail:

Enviando...
Email cadastrado com sucesso!

Redes e blogs

Cálculos

Calcule reajustes salariais e o tempo que falta para sua aposentadoria:

Publicações

Folha Metalúrgica - Porto Alegre

Folha Metalúrgica - Porto Alegre - Edição Nº 336
30 de out / 2017

CNM/CUT - Confederação Nacional dos Metalúrgicos
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP (55) 11 4122-7700 cnmcut@cnmcut.org.br
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP

Saiba como chegar a CNM/CUT


(55) 11 4122-7700