SEX, 11 de ago / 2017

Governo Temer crê que revisão da meta fiscal não causará turbulência

A equipe econômica de Michel Temer teve sinais de que o mercado já assimilou o aumento da meta fiscal deste ano e de 2018 e que a medida poderá ser anunciada sem turbulências. Em conversas com diretores de bancos, todos admitiram que não há como cortar mais despesas sem parar a máquina do governo em alguns setores.

Há hoje R$ 45 bilhões contingenciados, situação que dificilmente perdurará até o fim do ano. Para a máquina funcionar minimamente seria necessário liberar pelo menos entre R$ 5 bilhões e R$ 10 bilhões, no cálculo de técnicos da equipe.

O Serpro, empresa de tecnologia do governo, é exemplo de órgão essencial que pode ficar sem verba para funcionar, caso o arrocho seja mantido.

Nas discussões internas sobre aumento de impostos chegou-se a cogitar a elevação do IOF (Imposto Sobre Operações Financeiras) ainda neste ano. A ideia não durou duas horas em pé.

Novos impostos virão para 2018, mas a ideia central é não fazer remendos, e sim mudanças estruturais na cobrança de tributos.

(Fonte: Folha de S. Paulo)

Vídeos

Vídeos TVT

Com a Palavra

Entidades e Empresas

Entidades

Notícias sobre entidades filiadas e parceiras da CNM/CUT:

Empresas

Informações sobre as empresas em que a CNM/CUT constrói uma organização nacional dos trabalhadores:

CNM/CUT por e-mail

Receba informações da CNM/CUT diretamente em seu e-mail:

Enviando...
Email cadastrado com sucesso!

Redes e blogs

Cálculos

Calcule reajustes salariais e o tempo que falta para sua aposentadoria:

Publicações

Sem Censura - Timóteo

Sem Censura - Timóteo - Edição Nº 2321
18 de ago / 2017

CNM/CUT - Confederação Nacional dos Metalúrgicos
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP (55) 11 4122-7700 cnmcut@cnmcut.org.br
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP

Saiba como chegar a CNM/CUT


(55) 11 4122-7700