SEX, 27 de jan / 2017

Mercado automotivo argentino cresce, mas produção encolhe

O mercado de veículos argentino alcançou em 2016 o melhor patamar dos últimos três anos. Dados da Acara e da Adefa, entidades dos distribuidores e dos fabricantes de veículos, respectivamente, mostram que a demanda avançou 14% no ano passado, para 699,5 mil unidades. A expansão, no entanto, não bastou para levar os negócios de volta ao recorde alcançado em 2013, quando foram negociados 900 mil veículos no país.

Boa parte dos clientes argentinos foram atendidos por carros importados, já que a produção encolheu em 2016. Foram feitas 472,7 mil unidades nas fábricas instaladas ali, com queda de 10,2% sobre o resultado registrado em 2015. As exportações também tiveram decréscimo. Com 190 mil veículos em outros mercados, houve baixa de 20,8%.

Mesmo com a redução das vendas no ano passado, o Brasil segue como principal mercado para os carros produzidos na Argentina. Do total, foram exportadas para cá 137,6 mil unidades. Em seguida aparecem México e Uruguai na lista dos maiores clientes da indústria automotiva do país.

Assim como a Anfavea faz no Brasil, a argentina Adefa planeja ampliar os volumes de exportação em 2017 para garantir bons volumes à indústria da região. A entidade mira nos mercados Colômbiano, da América Central e da África para alcançar este objetivo.

Volks lidera
O ranking de vendas foi liderado pela Volkswagen em 2016, que vendeu 108,4 mil veículos, com queda de 7,9% na comparação com o ano anterior. A Chevrolet (99,6 mil carros) foi a segunda marca mais procurada, seguida pela Renault (99 mil) por pequena diferença. A marca que mais cresceu no país no ano passado foi a Jeep, que entregou 3 mil carros e avançou mais de 800%.

(Fonte: Automotive Business)

Com a Palavra

QUI, 19 de jul / 2018

Afaste de mim este cale-se

*Luiz Inácio Lula da Silva

Entidades e Empresas

Entidades

Notícias sobre entidades filiadas e parceiras da CNM/CUT:

Empresas

Informações sobre as empresas em que a CNM/CUT constrói uma organização nacional dos trabalhadores:

CNM/CUT por e-mail

Receba informações da CNM/CUT diretamente em seu e-mail:

Enviando...
Email cadastrado com sucesso!

Redes e blogs

Cálculos

Calcule reajustes salariais e o tempo que falta para sua aposentadoria:

Publicações

Folha Metalúrgica - Porto Alegre

Folha Metalúrgica - Porto Alegre - Edição Nº 336
30 de out / 2017

CNM/CUT - Confederação Nacional dos Metalúrgicos
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP (55) 11 4122-7700 cnmcut@cnmcut.org.br
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP

Saiba como chegar a CNM/CUT


(55) 11 4122-7700