QUI, 13 de ago / 2020

Acordo entre SMetal e Bosch garante PPR 2020 e benefícios até dezembro

A proposta, aprovada com 97,51% dos votos dos trabalhadores, prevê ainda a suspensão dos contratos para horistas por mais 60 dias, com a manutenção dos salários, e banco de horas para mensalistas

Crédito: Arquivo/Foguinho Imprensa SMetal
Acordo Smetal e Bosh
Acordo Smetal e Bosh

Com 97,51% dos votos favoráveis, os trabalhadores da Robert Bosch, em Sorocaba, aprovaram o acordo de Programa de Participação nos Resultados (PPR) para 2020 e a prorrogação da suspensão dos contratos de trabalho por mais 60 dias, com garantia de estabilidade no emprego até dezembro.

Na votação, que aconteceu entre os dias 12 e 13 de agosto, pelo Portal SMetal, os metalúrgicos da autopeça aprovaram ainda a renovação do banco de hora específico para os mensalistas e as regras para adesão do Plano de Demissão Voluntária (PDV) na empresa.

Segundo o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal), Leandro Soares, durante as negociações do acordo, a empresa expôs a todo momento a necessidade de cortes na planta local, devido a um excedente de funcionários. De acordo com a empresa, o setor de autopeças vem passando por uma crise mundial e, com a pandemia da Covid-19, a situação se agravou.

A entidade propôs, então, a abertura de um PDV para evitar que as demissões fossem efetivadas compulsoriamente, dando a oportunidade dos trabalhadores interessados aderirem ao Plano. “Com o pacote do PDV, além das verbas rescisórias, o trabalhador terá direito à extensão de alguns benefícios até dezembro, como o convênio médico e o ticket alimentação, além da garantia do PPR deste ano”, explica Leandro.

O pacote negociado pelo Sindicato para minimizar os impactos da demissão na vida dos metalúrgicos da Bosch segue os parâmetros adotados para os 100 ex-funcionários da ZF do Brasil, desligados na semana passada. Os trabalhadores da Bosch têm até sexta-feira, dia 14, para aderir ou não ao Plano.

PPR 2020

Leandro lembra que o processo de negociação do acordo de PPR tanto na Bosch quanto na ZF do Brasil foi bastante difícil. “Com toda essa situação econômica nada favorável, nosso objetivo foi não só o de garantir o benefício, que é fruto do trabalho desses funcionários, mas também oferecer proteção à saúde e ao emprego e uma renda digna dos trabalhadores da fábrica”.

O coordenador do Comitê Sindical da Bosch, Simão Ramos de Almeida, destaca o apoio dos trabalhadores durante as negociações. “Sem a confiança desses trabalhadores no SMetal e até mesmo a paciência, pois sabemos que o acordo vinha sendo aguardado com ansiedade pelo mesmo, não haveria conquistas. Só temos a agradecer aos funcionários da Bosch pelo apoio nesse difícil período”.

A primeira parcela do PPR dos trabalhadores da autopeça será paga ainda neste mês e a segunda, após aferição das metas, em janeiro de 2021.

Suspensão e banco de horas

Com a aprovação do acordo, os trabalhadores horistas poderão ter os contratos suspensos por mais dois meses, com direito a melhores condições e maior remuneração do que previsto da Lei nº 14.020 (MP 936 depois sancionada) e no Decreto 10.422/2020, do governo federal.

A medida pode ser aplicada até 31 de dezembro e, durante a suspensão dos contratos, além dos salários, os benefícios também serão mantidos e esse período não será considerado para fins de desconto no período aquisitivo das férias nem de concessão do 13º salário.

A assembleia aprovou ainda a renovação do banco de horas dos empregados mensalistas por mais um ano, nos mesmos termos do acordo anterior.

Resultado da votação

A assembleia para apreciação da proposta foi realizada à distância, por meio da plataforma eletrônica desenvolvida pelo SMetal para evitar aglomerações e, assim, o contágio pelo novo coronavírus (Covid-19). Dos 578 trabalhadores aptos a votar, 482 (83,39%) participaram da votação. Desses, 470 (97,51%) foram a favor da proposta, 5 (1,04%) contrários e 7 (1,45%) optaram por se absterem.

Para o secretário-geral da entidade, Silvio Ferreira, a expressiva participação dos trabalhadores nesse novo formato de assembleia demonstra não só o apoio dos trabalhadores na luta diária do Sindicato, como também o entendimento sobre a gravidade do momento atual em que vivemos.

“Desde começo da pandemia, a diretoria do SMetal fez tudo que estava ao seu alcance para proteger o metalúrgico da doença, mas também manter o emprego e os salários desses trabalhadores. Os resultados das assembleias virtuais têm comprovado que agimos corretamente e que os trabalhadores confiam no nosso trabalho”, afirma.

A Robert Bosch é líder mundial no setor de autopeças e a planta de Sorocaba fica no bairro Iporanga.

*Leia esta e outras notícias no site do Smetal

 

Com a Palavra

SEX, 11 de set / 2020

A Volta da Carestia

Escrito por Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas

Entidades e Empresas

Entidades

Notícias sobre entidades filiadas e parceiras da CNM/CUT:

Empresas

Informações sobre as empresas em que a CNM/CUT constrói uma organização nacional dos trabalhadores:

CNM/CUT por e-mail

Receba informações da CNM/CUT diretamente em seu e-mail:

Enviando...
Email cadastrado com sucesso!

Redes e blogs

Cálculos

Calcule reajustes salariais e o tempo que falta para sua aposentadoria:

Publicações

383 - ASSEMBLEIA GERAL VIRTUAL APROVA PROPOSTA DE REAJUSTE | Cláusulas Sociais estão renovadas até 2022

383 - ASSEMBLEIA GERAL VIRTUAL APROVA PROPOSTA DE REAJUSTE | Cláusulas Sociais estão renovadas até 2022 - Edição Nº SET/2020
25 de set / 2020

CNM/CUT - Confederação Nacional dos Metalúrgicos
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP (55) 11 4122-7700 cnmcut@cnmcut.org.br
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP

Saiba como chegar a CNM/CUT


(55) 11 4122-7700