TER, 12 de ago / 2014

Metalúrgicos fazem encontro nacional de redes sindicais de quatro multinacionais alemãs

Crédito: CNM/CUT
a
Encontro tem presença de 40 metalúrgicos de todo país

Começou nesta terça-feira (12) o Encontro Nacional de Redes Sindicais dos Trabalhadores Metalúrgicos na Manessmann/Valourec, Leoni, Stihl e ThyssenKrupp, na sede da Confederação Nacional dos Metalúrgicos (CNM/CUT), em São Bernardo do Campo (SP). O encontro, que se estende até quinta-feira (14), faz parte do projeto “Promoção dos Direitos Trabalhistas na América Latina”, apoiado pelo Instituto de Formação da Central Sindical Alemã DGB, em parceria com a Central Única dos Trabalhadores, com apoio do Instituto Observatório Social.

A atividade, que visa fortalecer o diálogo social em empresas multinacionais alemãs, conta com a presença de 40 metalúrgicos. Entre os temas programados para o debate estão: a atuação e a importância da rede, a atuação das empresas no país, o impacto da globalização sobre os sindicatos e o mundo do trabalho, as redes sindicais no enfrentamento do poder das empresas multinacionais, normas e instrumentos internacionais sobre o trabalho, tecnologias da informação a serviço das redes e acordos Marco Global/Internacional.

Crédito: CNM/CUT
Mesa de abertura
Na mesa de abertura, Paulo Cayres enalteceu participação dos sindicatos para fortalecer a rede 


Participaram da mesa de abertura o presidente da CNM/CUT, Paulo Cayres, o secretário de Organização da CNM/CUT, Ubirajara de Freitas, o secretário-geral da Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos da Força Sindical, Valcir Ascari, o coordenador do Instituto Observatório Social, Hélio da Costa, e a representante da DGB no Brasil, Flávia Cristina Costa Silva.

Para o presidente da CNM/CUT, é necessário o envolvimento dos sindicatos para o fortalecimento da rede e das ações dos trabalhadores. “O encontro é um espaço de transformação. É preciso levar o conhecimento adquirido aqui e a luta dos demais companheiros aos trabalhadores que estão na base. Trabalhador é trabalhador em qualquer lugar do Brasil e mereceos mesmos direitos e salário”, assinalou.

(Fonte: Assessoria de Imprensa da CNM/CUT)


 

Com a Palavra

SEX, 11 de set / 2020

A Volta da Carestia

Escrito por Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas

Entidades e Empresas

Entidades

Notícias sobre entidades filiadas e parceiras da CNM/CUT:

Empresas

Informações sobre as empresas em que a CNM/CUT constrói uma organização nacional dos trabalhadores:

CNM/CUT por e-mail

Receba informações da CNM/CUT diretamente em seu e-mail:

Enviando...
Email cadastrado com sucesso!

Redes e blogs

Cálculos

Calcule reajustes salariais e o tempo que falta para sua aposentadoria:

Publicações

O Metalúrgico

O Metalúrgico - Edição Nº 15/07/2020
15 de jul / 2020

CNM/CUT - Confederação Nacional dos Metalúrgicos
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP (55) 11 4122-7700 cnmcut@cnmcut.org.br
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP

Saiba como chegar a CNM/CUT


(55) 11 4122-7700