SEX, 17 de jul / 2009

Governo argentino estatiza fábrica da alemã Mahle

O governo da Argentina vai decretar mais uma estatização de empresa, com a alegação de evitar a falência de uma companhia e impedir a demissão dos 530 empregados. Trata-se de uma unidade do grupo alemão Mahle, uma fábrica de aros e pistões localizada em Rosario, província de Santa Fé.

À venda há alguns meses, a companhia não encontrou um comprador e o Estado decidiu assumi-la, como ocorreu recentemente com a fábrica de papel Massuh, que também foi estatizada.

A informação da nova estatização foi dada pela vice-ministra de Trabalho de Santa Fe, Alcia Cicliani. Na quarta-feira, a Mahle compareceu a uma audiência na Secretaria de Trabalho provincial e comunicou que "não vai dar continuidade às negociações com as empresas privadas porque o Estado vai assumi-la".

Europarts

A principal candidata a comprar a Mahle era a indústria brasileira de autopeças Europarts. Com sede em São Paulo, o dono da Europarts é o empresário argentino Ramiro Vasena, que, segundo a imprensa local, teria vencido a concorrência com uma empresa argentina, a Taranto, para comprar a Mahle. Mas o negócio não prosperou porque "nenhuma das duas empresas garantia os empregos nem os níveis de produção da fábrica", afirmou uma fonte do Ministério da Produção.

No final de abril, a empresa alemã anunciou que, por causa da crise mundial do setor automobilístico e à necessidade de cortar despesas, fecharia sua fábrica em Rosário. Na ocasião, a empresa afirmou que manteria as atividades das outras duas plantas que possui no país - uma fábrica de válvulas na cidade de Rafaela, também na província de Santa Fé, e outra em El Talar, na província de Buenos Aires. O governo argentino resolveu se envolver na negociação para evitar a demissão dos funcionários, que ocuparam as instalações da fábrica por medo do fechamento.

A atividade do setor de autopeças argentino já caiu mais de 50% este ano, de acordo com dados da Associação de Fábricas de Componentes (Afac). Outra indústria de autopeças, a sueca Autoliv, também anunciou o fechamento de uma fábrica na Argentina e a transferência das operações para sua unidade no Brasil.

Fonte: Agência Estado

Com a Palavra

SEG, 18 de jan / 2021

Retomar a produção nos parques industriais com ou sem a Ford

Por Paulo Cayres, Sérgio Nobre e Vagner Freitas

Entidades e Empresas

Entidades

Notícias sobre entidades filiadas e parceiras da CNM/CUT:

Empresas

Informações sobre as empresas em que a CNM/CUT constrói uma organização nacional dos trabalhadores:

CNM/CUT por e-mail

Receba informações da CNM/CUT diretamente em seu e-mail:

Enviando...
Email cadastrado com sucesso!

Redes e blogs

Cálculos

Calcule reajustes salariais e o tempo que falta para sua aposentadoria:

Publicações

383 - ASSEMBLEIA GERAL VIRTUAL APROVA PROPOSTA DE REAJUSTE | Cláusulas Sociais estão renovadas até 2022

383 - ASSEMBLEIA GERAL VIRTUAL APROVA PROPOSTA DE REAJUSTE | Cláusulas Sociais estão renovadas até 2022 - Edição Nº SET/2020
25 de set / 2020

CNM/CUT - Confederação Nacional dos Metalúrgicos
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP (55) 11 4122-7700 cnmcut@cnmcut.org.br
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP

Saiba como chegar a CNM/CUT


(55) 11 4122-7700