SEX, 16 de out / 2020

Outubro Rosa: Campanha conscientiza mulheres sobre a importância dos cuidados com a saúde

“Apesar do Ministério da Saúde recomendar o exame a partir dos 50 anos, as sociedades médicas acreditam que ao completar 40 anos a mulher deve incluir a mamografia na sua rotina preventiva.”

Crédito: Divulgação
Outubro Rosa
Outubro Rosa

O universo de mulheres que vão ao médico aumentou muito depois da campanha Outubro Rosa. A constatação é do médico Flávio Luiz Lima Salgado, professor de oncologia e coordenador da Liga de Oncologia da Faculdade de Medicina da Universidade de Taubaté (Unitau). Para ele, a iniciativa mundial contribuiu muito para a conscientização das mulheres sobre a importância da prevenção.

Na opinião do especialista, a campanha chama a atenção das mulheres para a necessidade dos cuidados com a saúde. “É o mês do ano em que todas se lembram de ir ao médico. A campanha Outubro Rosa contribuiu demais para essa consciência. Ter um acompanhamento preventivo é extremamente importante, pois somente com a descoberta precoce de qualquer problema no início é que podemos efetuar tratamentos adequados e, em muitos casos, chegar à cura.”

Segundo Flávio Salgado, um diagnóstico precoce que revela um câncer de mama pequeno, por exemplo, permite tratamentos pouco agressivos e podem representar até 90% de possibilidade de cura. “Quando um tumor é descoberto em estado avançado, os tratamentos são mais difíceis e as chances de cura reduzem para 50%.”

A realização anual da mamografia, de acordo com o médico, é essencial para o diagnóstico da doença. “Apesar do Ministério da Saúde recomendar o exame a partir dos 50 anos, as sociedades médicas acreditam que ao completar 40 anos a mulher deve incluir a mamografia na sua rotina preventiva.”

“A situação é diferente para as mulheres com histórico familiar, ou seja, aquelas que têm mãe ou avó com a doença. Nestes casos, a mamografia e o acompanhamento médico devem ter início a partir dos 35 anos”, afirmou o médico.

Liga de Oncologia da Unitau

A Liga de Oncologia da Faculdade de Medicina da Unitau foi fundada em 1997, pelo médico Flávio Salgado. A ideia surgiu com o objetivo de oferecer aos estudantes do curso a oportunidade de contato com a população.

“Nesses 23 anos, a Liga se transformou no atendimento médico preventivo para moradores de cidades menores, como Cunha, Lorena, Cruzeiro, Areias, São Luiz do Paraitinga, Lagoinha, entre outras.”

Flávio Salgado explicou que o trabalho desenvolvido pela Liga reúne estudantes de todos os anos da faculdade. “Nossas jornadas estão suspensas em função da pandemia, mas funcionam como um mutirão para atender a população que não tem acesso à informação e exames.” O trabalho social da Liga de Oncologia da Unitau é reconhecido. Em 2013, recebeu o prêmio Doutor Cidadão, concedido pela Associação Paulista de Medicina (APM) para projetos que disponibilizam conhecimento e ações em benefício da sociedade.

*matéria publicada no site do Sindmetau

 

Com a Palavra

QUA, 14 de out / 2020

CNM-CUT retoma seu diálogo com sindicatos internacionais parceiros

O primeiro encontro foi discutido experiências organizativas de alguns sindicatos latino-americanos e contou com o apoio solidário da Fundação Friederich Ebert (FES), que possibilitou que o evento fosse realizado em espanhol e português com interpretação simultânea.

Entidades e Empresas

Entidades

Notícias sobre entidades filiadas e parceiras da CNM/CUT:

Empresas

Informações sobre as empresas em que a CNM/CUT constrói uma organização nacional dos trabalhadores:

CNM/CUT por e-mail

Receba informações da CNM/CUT diretamente em seu e-mail:

Enviando...
Email cadastrado com sucesso!

Redes e blogs

Cálculos

Calcule reajustes salariais e o tempo que falta para sua aposentadoria:

Publicações

383 - ASSEMBLEIA GERAL VIRTUAL APROVA PROPOSTA DE REAJUSTE | Cláusulas Sociais estão renovadas até 2022

383 - ASSEMBLEIA GERAL VIRTUAL APROVA PROPOSTA DE REAJUSTE | Cláusulas Sociais estão renovadas até 2022 - Edição Nº SET/2020
25 de set / 2020

CNM/CUT - Confederação Nacional dos Metalúrgicos
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP (55) 11 4122-7700 cnmcut@cnmcut.org.br
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP

Saiba como chegar a CNM/CUT


(55) 11 4122-7700