QUA, 13 de jan / 2021

IndustriALL afirma que políticas comerciais e industriais implicam no desenvolvimento e nas normas trabalhistas

"Política comercial e industrial: implicações para o desenvolvimento e as normas internacionais do trabalho": o estudo da entidade que reflete a interação entre as políticas comerciais e industriais e suas implicações de desenvolvimento e normas trabalhistas

Crédito: Industriall
Internacional
Internacional

Como parte da implementação do plano de ação sobre comércio adotado na reunião do Comitê Executivo, realizada no México em novembro de 2018, IndustriALL publicou um estudo que reflete a interação entre as políticas comerciais e industriais e suas implicações de desenvolvimento e normas trabalhistas.

As tentativas de proteção e promoção das normas trabalhistas por meio de acordos comerciais não surtiram os resultados desejados, o que se deve à falta de dispositivos aplicáveis ​​e à ausência de mecanismos institucionais e de vontade política.

O estudo visa aumentar a conscientização, ajudar a construir a solidariedade entre os sindicatos e agir para resistir à agenda empresarial das empresas, promover um processo de industrialização inclusivo e sustentável e influenciar resultados políticos para defender os interesses dos trabalhadores.

Concentrando-se na África, América Latina, Ásia-Pacífico e Oriente Médio, o estudo destaca os compromissos vinculativos assumidos principalmente por meio de uma nova geração de acordos de comércio e investimento, que limitaram significativamente a capacidade dos governos de usar instrumentos de política industrial.

O estudo mostra a necessidade de proteger o espaço político. Renegociar e rescindir acordos prejudiciais, bem como permanecer vigilante durante as negociações em andamento, são fundamentais para recuperar o espaço político perdido e não abrir mão de novos territórios.

“Ao longo dos anos, as políticas de comércio internacional foram capturadas pelos interesses de empresas multinacionais, deixando pouco espaço para políticas industriais soberanas, principalmente nos países em desenvolvimento. O comércio pode ser um fator importante para o desenvolvimento, desde que promova o diálogo social, vincule a melhoria social e econômica, gere e distribua riqueza, revitalize o multilateralismo e promova a transição justa para um trabalho decente e meios de vida sustentáveis. Por isso, é fundamental a transparência total nas negociações, enquanto os sindicatos exigem participação nos processos de tomada de decisão, conforme indica o plano de ação da IndutriALL sobre política comercial e industrial ”.

*matéria publicada no site da Industriall

 

 

Com a Palavra

SEG, 18 de jan / 2021

Retomar a produção nos parques industriais com ou sem a Ford

Por Paulo Cayres, Sérgio Nobre e Vagner Freitas

Entidades e Empresas

Entidades

Notícias sobre entidades filiadas e parceiras da CNM/CUT:

Empresas

Informações sobre as empresas em que a CNM/CUT constrói uma organização nacional dos trabalhadores:

CNM/CUT por e-mail

Receba informações da CNM/CUT diretamente em seu e-mail:

Enviando...
Email cadastrado com sucesso!

Redes e blogs

Cálculos

Calcule reajustes salariais e o tempo que falta para sua aposentadoria:

Publicações

383 - ASSEMBLEIA GERAL VIRTUAL APROVA PROPOSTA DE REAJUSTE | Cláusulas Sociais estão renovadas até 2022

383 - ASSEMBLEIA GERAL VIRTUAL APROVA PROPOSTA DE REAJUSTE | Cláusulas Sociais estão renovadas até 2022 - Edição Nº SET/2020
25 de set / 2020

CNM/CUT - Confederação Nacional dos Metalúrgicos
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP (55) 11 4122-7700 cnmcut@cnmcut.org.br
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP

Saiba como chegar a CNM/CUT


(55) 11 4122-7700