QUI, 08 de out / 2020

Setor Naval: Terceiro proposta patronal para renovação da Convenção Coletiva de Trabalho tem 98% de reprovação no ES

Os trabalhadores, que já estão sendo lesados pelos atrasos na negociação, reivindicação, no mínimo, um abono de R$ 800,00

Nessa quarta-feira, 07, os metalúrgicos da Jurong reprovaram mais uma proposta da bancada patronal (Jurong e Sindifer) para renovação da Convenção Coletiva de Trabalho do setor naval.

O índice de reprovação, que chegou a 98%, é reflexo do descontentamento dos trabalhadores em relação a falta de avanços significativos na negociação salarial. Para os metalúrgicos, como de costume, a Jurong está levando a negociação em banho-maria, o que, com razão, tem gerado revolta, haja vista que a data-base dos trabalhadores é 1º de setembro e, mesmo com o Sindimetal-ES iniciando a negociação em julho, o que se vê é um empurra com a barriga por parte dos patrões.

Essa é uma estratégia nada original dos empresários, que atrasam a negociação o máximo que puderem para chegar no final do ano e, diante do esgotamento emocional dos trabalhadores, tentar enfiar goela-abaixo uma proposta que não contempla os anseios da categoria.

Mas os metalúrgicos da Jurong, como sempre, não deixarão a pressão patronal enfraquecer a luta por melhores salários e mais benefícios. Os companheiros já sinalizaram que entrarão em greve caso a próxima proposta apresentada pelos patrões não traga avanços reais.

A proposta que foi reprovada pelos companheiros consiste em: reajuste salarial de 2.94% (equivalente à inflação do período - INPC) para quem tem salário de até R$ 6 mil, para quem recebe até R$ 12 mil o índice de reajuste seria de 2% e os trabalhadores com remuneração acima de R$ 12 mil, a proposta era R$ 120,00 de aumento. Para o tíquete alimentação, a Jurong propôs o valor de R$ 480,00 e a reivindicação dos trabalhadores é R$ 530,00. Para compensar o reajuste salarial, que seria aplicado apenas em janeiro do ano que vem, a Jurong apresentou um abono de R$ 500,00. Os trabalhadores, que já estão sendo lesados pelos atrasos na negociação, reivindicação, no mínimo, um abono de R$ 800,00.

*matéria publicada no site do sindicato

 

Com a Palavra

SEG, 18 de jan / 2021

Retomar a produção nos parques industriais com ou sem a Ford

Por Paulo Cayres, Sérgio Nobre e Vagner Freitas

Entidades e Empresas

Entidades

Notícias sobre entidades filiadas e parceiras da CNM/CUT:

Empresas

Informações sobre as empresas em que a CNM/CUT constrói uma organização nacional dos trabalhadores:

CNM/CUT por e-mail

Receba informações da CNM/CUT diretamente em seu e-mail:

Enviando...
Email cadastrado com sucesso!

Redes e blogs

Cálculos

Calcule reajustes salariais e o tempo que falta para sua aposentadoria:

Publicações

383 - ASSEMBLEIA GERAL VIRTUAL APROVA PROPOSTA DE REAJUSTE | Cláusulas Sociais estão renovadas até 2022

383 - ASSEMBLEIA GERAL VIRTUAL APROVA PROPOSTA DE REAJUSTE | Cláusulas Sociais estão renovadas até 2022 - Edição Nº SET/2020
25 de set / 2020

CNM/CUT - Confederação Nacional dos Metalúrgicos
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP (55) 11 4122-7700 cnmcut@cnmcut.org.br
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP

Saiba como chegar a CNM/CUT


(55) 11 4122-7700