SEX, 31 de jul / 2020

Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região apoia luta pelo emprego na Renault

Uma demissão em massa em um momento de pandemia é, no mínimo, uma atitude insensível, afirma Sindmetau

O Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região (Sindmetau) se solidariza com a luta dos trabalhadores e trabalhadoras da Renault, em São José dos Pinhais (PR), em greve desde o dia 21 de julho. A paralisação é em protesto contra a demissão em massa feita pela montadora.

O presidente do Sindmetau, Cláudio Batista, o Claudião, repudiou a decisão da Renault. ”Uma demissão em massa em um momento de pandemia é, no mínimo, uma atitude insensível. Por isso, a direção do Sindmetau é solidária com os trabalhadores da montadora e apoia, incondicionalmente, a greve dos metalúrgicos.”

Esse apoio integra a campanha do Sindmetau pela preservação da vida, emprego e renda dos trabalhadores durante a pandemia. Lançada em março, a campanha tem o objetivo de buscar e ajudar a classe trabalhadora nas negociações com as empresas.

Retomada das negociações

Em Audiência Pública na Assembleia Legislativa do Paraná, na manhã desta sexta-feira (31), a Renault do Brasil se comprometeu a voltar à mesa de negociação com o Sindicato e debater, entre outros temas, a readmissão dos 747 trabalhadores demitidos em 21 de julho.

O encontro ficou marcado para a segunda-feira, dia 3 de agosto, e vai envolver o Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba, a empresa, o governo, deputados e o Ministério Público do Trabalho.

Participaram da audiência deputados federais e estaduais, o Secretário Estadual do Trabalho, Mauro Rockenbach, representantes do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba, das Centrais Sindicais, do Ministério Público do Trabalho (MPT), do Tribunal Regional do Trabalho e da empresa. A audiência foi realizada por videoconferência.

Ataque

De acordo com informações do SMC, nessa quinta-feira (30 de julho), a Renault, além de manter as 747 demissões, anunciou que vai descontar os dias parados dos ativos. Uma tentativa de enfraquecer a greve dos trabalhadores.

Diante de mais esse ataque e no meio da pandemia da Covid-19, o SMC disponibilizou aos trabalhadores (as) sindicalizados (as), que sofreram o desconto, o “Fundo de Greve”, que funcionará através da antecipação de crédito pelo SMC CARD.

*matéria publicada no site do Sindmetau

Com a Palavra

SEX, 11 de set / 2020

A Volta da Carestia

Escrito por Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas

Entidades e Empresas

Entidades

Notícias sobre entidades filiadas e parceiras da CNM/CUT:

Empresas

Informações sobre as empresas em que a CNM/CUT constrói uma organização nacional dos trabalhadores:

CNM/CUT por e-mail

Receba informações da CNM/CUT diretamente em seu e-mail:

Enviando...
Email cadastrado com sucesso!

Redes e blogs

Cálculos

Calcule reajustes salariais e o tempo que falta para sua aposentadoria:

Publicações

O Metalúrgico

O Metalúrgico - Edição Nº 15/07/2020
15 de jul / 2020

CNM/CUT - Confederação Nacional dos Metalúrgicos
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP (55) 11 4122-7700 cnmcut@cnmcut.org.br
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP

Saiba como chegar a CNM/CUT


(55) 11 4122-7700