QUI, 05 de nov / 2020

Sindicato dos Petroleiros OWTU rejeita decisão do governo de reiniciar refinaria com capital privado

O Governo de Trinidad e Tobago anunciou que a proposta do sindicato OWTU de adquirir a refinaria Pointe-a-Pierre não atendia aos requisitos e que retomaria as operações com capital privado. O sindicato pediu para continuar as negociações para revisar e avaliar sua proposta novamente

Crédito: Divulgação
OWTU
OWTU

O ministro da energia de Trinidad e Tobago, Franklin Khan, anunciou que uma proposta para a Patriotic Energies and Technologies (de propriedade do sindicato dos petroleiros OWTU) para comprar a refinaria Pointe-a-Pierre não teve sucesso.

“Lamento dizer que a proposta final da Patriotic não aborda as questões pendentes que podem levar à assinatura de um acordo contratual. (…) O governo está empenhado em reiniciar a refinaria com injecções de capital privado, ciente de que terá um impacto significativo na economia e no emprego, e agirá com celeridade para o fazer”, disse o ministro em entrevista coletiva em 31 de outubro.

A petrolífera estatal Petrotrin foi fechada em novembro de 2018 como parte de uma reestruturação. Desde então, o sindicato OWTU (filiado ao IndustriALL) tem lutado para evitar a compra da refinaria em mãos privadas, considerando que equivaleria a abrir mão da soberania sobre os recursos naturais, e teria um impacto tanto na economia de Trinidad e Tobago quanto na a região.

Em setembro de 2019, o governo selecionou a Patriotic como licitante preferencial para a venda da usina, entre outros 77 licitantes internacionais que se inscreveram. No entanto, o Ministro Khan indicou agora que a proposta Patriótica final não abordava certas questões.

De sua parte, o presidente da OWTU, Ancel Roget, disse que o anúncio de Khan os pegou de surpresa porque eles estavam realmente confiantes de que atenderam a todos os requisitos. Ele garantiu que ainda não desistirão e solicitou que a proposta fosse revista e avaliada novamente de forma objetiva:

“Solicitamos humildemente que você apresente nossa última proposta a um comitê independente nomeado pelo gabinete. Queremos que você examine cuidadosamente todas as áreas para determinar se falhamos ou atendemos a todos os requisitos. Dizemos com confiança que cumprimos todos eles”, disse o líder sindical em entrevista coletiva.

Por sua vez, propôs retornar à mesa de negociações porque acredita que a Patriótica poderia realmente obter os ativos em benefício de todo o povo de Trinidad e Tobago: “Trinidad e Tobago se beneficiará 10 vezes mais com o reinício da refinaria se ela permanecer em mãos locais”, assegurou.

Enquanto isso, o secretário regional do IndustriALL, Marino Vani, disse:

“Parabenizamos os trabalhadores da nossa afiliada OWTU por correrem em defesa dos interesses do país. Apelamos ao governo para dar prioridade aos parceiros nacionais, ao invés do mercado internacional.

Acreditamos que a proposta Patriótica é a única opção que reforça a soberania, a sustentabilidade industrial e a distribuição de renda para as futuras gerações do povo de Trinidad e Tobago. A opção pelo capital privado é o pão de hoje e a fome de amanhã ”.

*matéria publicada no site da Industriall

 

Com a Palavra

TER, 20 de out / 2020

Viva o Movimento Feminista

Só a cabeça desvirtuada de uma parcela da sociedade representada por pessoas como o jogador Robinho, faz questão de não entender porque ela se nutre exatamente da desigualdade e do preconceito

Entidades e Empresas

Entidades

Notícias sobre entidades filiadas e parceiras da CNM/CUT:

Empresas

Informações sobre as empresas em que a CNM/CUT constrói uma organização nacional dos trabalhadores:

CNM/CUT por e-mail

Receba informações da CNM/CUT diretamente em seu e-mail:

Enviando...
Email cadastrado com sucesso!

Redes e blogs

Cálculos

Calcule reajustes salariais e o tempo que falta para sua aposentadoria:

Publicações

383 - ASSEMBLEIA GERAL VIRTUAL APROVA PROPOSTA DE REAJUSTE | Cláusulas Sociais estão renovadas até 2022

383 - ASSEMBLEIA GERAL VIRTUAL APROVA PROPOSTA DE REAJUSTE | Cláusulas Sociais estão renovadas até 2022 - Edição Nº SET/2020
25 de set / 2020

CNM/CUT - Confederação Nacional dos Metalúrgicos
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP (55) 11 4122-7700 cnmcut@cnmcut.org.br
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP

Saiba como chegar a CNM/CUT


(55) 11 4122-7700