QUI, 12 de nov / 2020

Sindicatos de Uganda envolvem parceiros sociais nas estratégias de industrialização da África

As afiliadas IndustriALL Global Union em Gana, Quênia, Nigéria e Uganda estão hospedando conferências nacionais para discutir as estratégias de industrialização da África.

Crédito: Industriall
Internacional
Internacional

Em 10 de novembro, seis afiliados do IndustriALL em Uganda organizaram uma conferência que contou com a presença de 80 participantes, incluindo os principais parceiros sociais, para discutir estratégias para o desenvolvimento econômico do país e como isso está relacionado à industrialização do continente através da integração das comunidades econômicas regionais.

Os sindicatos concordaram que o terceiro Plano de Desenvolvimento Nacional do país (2020-2025) é um documento político importante para a industrialização de Uganda e que os sindicatos devem garantir sua implementação. O plano promove a agregação de valor na mineração, petróleo e gás e outros setores, bem como a criação de empregos. Os sindicatos enfatizaram que a industrialização deve trazer empregos decentes e que os direitos dos trabalhadores devem ser respeitados. O encontro também apelou ao país a ratificar a Convenção 190 da Organização Internacional do Trabalho sobre a eliminação da violência e do assédio no mundo do trabalho.

Além disso, salários dignos e fim do trabalho precário devem ser considerados na implementação. Enquanto os investimentos no desenvolvimento industrial também devem trazer novas habilidades para os trabalhadores. O governo também deve construir mais zonas de processamento de exportação para os setores de têxteis, vestuário, couro e calçados, o que pode criar mais empregos para os ugandenses ao longo da cadeia de valor. Indústrias de pequeno a médio porte também devem ser apoiadas.

Na reunião estavam membros do Parlamento representando trabalhadores, funcionários do governo, organizações empresariais e líderes sindicais. As federações sindicais presentes eram a Organização Nacional dos Sindicatos (NOTU) e a Organização Central dos Sindicatos Livres (COFTU). Organizações da sociedade civil, organizações de empregadores e especialistas também participaram da conferência.

Os cinco membros do Parlamento para os trabalhadores prometeram levar o debate sobre a industrialização ao parlamento. A constituição do Uganda permite a eleição de deputados para representar os trabalhadores.

Falando na conferência, Hajji Twaha Sempebwa, presidente do Conselho de Coordenação IndustriALL para Uganda disse:

“A industrialização é fundamental para o desenvolvimento dos países da África Subsaariana, incluindo Uganda, pois cria oportunidades de empregos decentes. No entanto, devemos garantir que os direitos dos trabalhadores e o trabalho decente façam parte da agenda. Nossos governos deram grandes passos para garantir o sucesso, mas ainda há muito a ser feito para superar os desafios de implementação, especialmente sob a pandemia COVID-19. ”

Kemal Özkan, secretário-geral adjunto do IndustriALL disse:

“Aplaudimos os afiliados do Uganda IndustriALL por reunir os parceiros sociais para discutir a industrialização de África. A formulação de políticas industriais sustentáveis ​​deve ser inclusiva e ser feita por meio do diálogo social. Além disso, a industrialização é importante porque cria empregos decentes na indústria, que irão reduzir os altos níveis de desemprego e acabar com a pobreza. ”

Os afiliados do IndustriALL em Uganda são o Sindicato dos Trabalhadores de Têxteis, Vestuário, Couro e Aliados de Uganda (UTGLAWU), Hotéis de Uganda, Alimentos, Turismo, Supermercados e Sindicato dos Trabalhadores Aliados (HTS-Union), Sindicato dos Trabalhadores de Química, Petróleo e Aliados de Uganda (UCPAWU), Sindicato Nacional de Empregados Escritórios, Comerciais, Profissionais e Técnicos, (NUCCPTE) e Sindicato de Trabalhadores de Minas, Metal, Petróleo, Gás e Aliados de Uganda (UMMOGAWU) e Sindicato de Impressores, Papel, Polifibras e Trabalhadores Aliados de Uganda ( UPPPAWU).

*matéria publicada no site da Industriall

 

 

 

Com a Palavra

TER, 20 de out / 2020

Viva o Movimento Feminista

Só a cabeça desvirtuada de uma parcela da sociedade representada por pessoas como o jogador Robinho, faz questão de não entender porque ela se nutre exatamente da desigualdade e do preconceito

Entidades e Empresas

Entidades

Notícias sobre entidades filiadas e parceiras da CNM/CUT:

Empresas

Informações sobre as empresas em que a CNM/CUT constrói uma organização nacional dos trabalhadores:

CNM/CUT por e-mail

Receba informações da CNM/CUT diretamente em seu e-mail:

Enviando...
Email cadastrado com sucesso!

Redes e blogs

Cálculos

Calcule reajustes salariais e o tempo que falta para sua aposentadoria:

Publicações

383 - ASSEMBLEIA GERAL VIRTUAL APROVA PROPOSTA DE REAJUSTE | Cláusulas Sociais estão renovadas até 2022

383 - ASSEMBLEIA GERAL VIRTUAL APROVA PROPOSTA DE REAJUSTE | Cláusulas Sociais estão renovadas até 2022 - Edição Nº SET/2020
25 de set / 2020

CNM/CUT - Confederação Nacional dos Metalúrgicos
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP (55) 11 4122-7700 cnmcut@cnmcut.org.br
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP

Saiba como chegar a CNM/CUT


(55) 11 4122-7700