SEG, 18 de jan / 2021

Trabalhadores da Ford em Taubaté estendem uniformes na frente da empresa em protesto

A categoria, em assembleia, aprovou uma agenda de mobilizações e representantes do Sindicato dos Metalúrgicos iniciaram negociação com Ford no Brasil. Vigília dos trabalhadores em frente a empresa continua

Crédito: Sindmetau
Protesto em Taubaté
Protesto em Taubaté

Os trabalhadores e trabalhadoras na Ford em Taubaté, interior de São Paulo, penduraram os uniformes no alambrado em frente a área da fábrica na cidade. O protesto, iniciado nesta segunda-feira (18), simboliza os empregos e as famílias em risco com o fim das atividades da montadora.

Nas camisas, os trabalhadores escreveram frases de protesto e o nome de familiares. “Queremos mostrar para sociedade a quantidade de famílias, de dependentes que cada funcionário tem. É uma forma de mostrarmos para a diretoria da Ford o impacto que eles estão causando na vida das pessoas”, afirma Alexandre Santos Geraldo, que trabalha no setor de qualidade da Ford Taubaté.

Agenda de mobilização

Após o protesto na Ford, na manhã desta segunda, os trabalhadores participaram de uma assembleia conduzida pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região (Sindmetau) e aprovaram uma agenda de ações para semana em defesa do emprego.

Nesta terça-feira (19), os diretores do Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e de Horizonte (CE) vão se reunir com o Ministério Público do Trabalho (MPT). E na quarta-feira (20), será realizada uma audiência pública na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp).

Na quinta-feira (21), o Dia Nacional de Mobilização pelos trabalhadores na Ford será marcado com manifestações em frente às concessionárias da montadora e, na sexta-feira (22), está prevista uma nova assembleia com os metalúrgicos da Ford Taubaté.

Além da agenda de ações da semana, os trabalhadores aprovaram a realização de uma audiência pública na Câmara dos Deputados em Brasília, prevista para a próxima terça-feira (26). Outra mobilização será uma carreata até Aparecida, ainda sem data definida.

Vigília continua

A vigília dos trabalhadores nas portarias da Ford Taubaté continua. Desde o dia 12 de janeiro eles estão se revezando em turnos de seis horas nas duas entradas da fábrica. Nenhuma peça ou equipamento entra ou sai da montadora.

Crédito: Divulgação
Protesto em Taubaté
Protesto em Taubaté

Reunião

Representantes do Sindicato e da Ford iniciaram uma reunião na manhã desta segunda-feira (18) e segundo o presidente do Sindmetau, Cláudio Batista, o Claudião, esse primeiro contato será para organizar um canal e um calendário de negociação.

“Só depois disso é que as negociações começarão. Será um processo longo, pois queremos discussões maduras sobre a situação imposta pela montadora norte-americana aos trabalhadores brasileiros”, afirmou Claudião, lembrando que os trabalhadores têm a seu favor um acordo de estabilidade válido até dezembro de 2021.

*matéria publicada no site do Sindmetau

 

Com a Palavra

TER, 16 de fev / 2021

Por que é necessário nacionalizar a Ford e criar uma montadora brasileira?

Escrito pelo diretor executivo do Sindicato e presidente do Industriall-Brasil, Aroaldo Oliveira da Silva, e pelo presidente da Central de Cooperativas Unisol Brasil e diretor da Unicopas, Leonardo Pinho

Entidades e Empresas

Entidades

Notícias sobre entidades filiadas e parceiras da CNM/CUT:

Empresas

Informações sobre as empresas em que a CNM/CUT constrói uma organização nacional dos trabalhadores:

CNM/CUT por e-mail

Receba informações da CNM/CUT diretamente em seu e-mail:

Enviando...
Email cadastrado com sucesso!

Redes e blogs

Cálculos

Calcule reajustes salariais e o tempo que falta para sua aposentadoria:

Publicações

383 - ASSEMBLEIA GERAL VIRTUAL APROVA PROPOSTA DE REAJUSTE | Cláusulas Sociais estão renovadas até 2022

383 - ASSEMBLEIA GERAL VIRTUAL APROVA PROPOSTA DE REAJUSTE | Cláusulas Sociais estão renovadas até 2022 - Edição Nº SET/2020
25 de set / 2020

CNM/CUT - Confederação Nacional dos Metalúrgicos
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP (55) 11 4122-7700 cnmcut@cnmcut.org.br
Av. Antártico, 480 - Jardim do Mar - CEP: 09726-150 - São Bernardo do Campo - SP

Saiba como chegar a CNM/CUT


(55) 11 4122-7700